Rio de Janeiro, 14 de Fevereiro de 2020 | Ano 14 | Nº 691

Empreendedorismo e inovação serão pauta de curso em Israel

Programa é realizado em parceria com a Coller School of Management – Universidade de Tel Aviv

O que caracteriza uma sociedade inovadora? E uma seguradora inovadora? Essas e outras questões serão respondidas no Programa de Treinamento no Exterior “Tel Aviv: Inovação e Tecnologias Financeiras – O Modelo Israelense”, que será promovido pela ENS, entre 18 e 22 de maio.

Organizado em parceria com a Coller School of Management – Universidade de Tel Aviv, o curso apresentará os aspectos centrais do empreendedorismo e inovação das empresas israelenses dentro do contexto da economia de alta tecnologia do país.

De acordo com o professor do programa, Samy Hazam, um dos objetivos principais do treinamento é entender quais são os pilares da inovação em Israel e por que o país se tornou a nação das startups. “Vamos reunir líderes globais de empresas locais e internacionais de inovação. Esperamos uma discussão e aprendizado riquíssimos sobre inovação e empreendedorismo”.

Hazam explica que o mercado de seguros em Israel é bastante maduro, do ponto de vista de produtos e canais de distribuição. “Hoje, existem no país canais múltiplos de distribuição, com venda direta convivendo com o modelo de agentes e corretores de seguros”.

O curso oferecerá uma síntese única entre estudos acadêmicos de última geração e experiências práticas em indústrias relevantes, além de mostrar aos alunos diversos aspectos do processo de inovação, tanto no setor financeiro quanto em outros segmentos. “Uma lição muito importante para trazermos de volta para o Brasil”, ressalta o professor.

Para Samy, este é um mercado onde os produtos e serviços prezam pela experiência do cliente. “Principalmente a experiência digital do cliente. Há vários casos hoje onde a jornada do cliente dentro da seguradora é 100% digital. Estamos programando a visita a uma seguradora que tem esse tipo de processo, a um custo operacional muito inferior à média global do mercado. Vamos ver os dois lados da moeda”, explica.

Ainda há vagas para o treinamento e, para participar, é necessário domínio da língua inglesa (o curso será ministrado neste idioma), curso superior completo, experiência de dois anos no mercado de seguros e ocupar cargo de gestão.

Mais informações sobre investimento e conteúdo estão disponíveis no site ens.edu.br, onde podem ser realizadas as inscrições no processo seletivo.