Rio de Janeiro, 01 de Dezembro de 2017 | Ano 12 | Nº 585
Compartilhar

Curso inédito abordou negociações em resseguro

Alunos aprenderam a prestar apoio explicativo de resseguro para a tomada correta de decisões finais

  • A especialista em Ciências do Seguro, Maria Larrea. | Fotos: Escola Nacional de Seguros
  • A gerente de Parcerias Internacionais da Escola, Maria Luiza Martins, na abertura do seminário "Seguros D&O: A Circular Susep 553 e o novo processo administrativo sancionador na CVM". | Fotos: Fernando Gonçalves
  • O diretor da CVM, Pablo Rentería.
  • O advogado do escritório Chalfin, Goldberg, Vainboim & Fichtner, Ilan Goldberg.
  • O superintendente de Financial Lines & Liability da Argo Seguros, Gustavo Galrão.
  • A especialista em Ciências do Seguro, Maria Larrea. | Fotos: Escola Nacional de Seguros
  • A gerente de Parcerias Internacionais da Escola, Maria Luiza Martins, na abertura do seminário "Seguros D&O: A Circular Susep 553 e o novo processo administrativo sancionador na CVM". | Fotos: Fernando Gonçalves
  • O diretor da CVM, Pablo Rentería.
  • O advogado do escritório Chalfin, Goldberg, Vainboim & Fichtner, Ilan Goldberg.
  • O superintendente de Financial Lines & Liability da Argo Seguros, Gustavo Galrão.

A Escola Nacional de Seguros ministrou, no dia 23 de novembro, em sua Unidade em São Paulo (SP), o curso Resultados e Impactos das Negociações do Resseguro. Inédito no mercado, o encontro foi liderado pela especialista em Ciências do Seguro, Maria Larrea.

A proposta foi mostrar como que os profissionais que atuam com resseguro e reinsurance managers têm que lidar no momento da renovação de contratos. De acordo com a docente, a aprovação das renovações de resseguro depende de uma série de métodos na hora da preparação prévia e apresentação de resultados à diretoria ou C-level específico da empresa. Por isso, é extremamente importante os envolvidos terem uma conscientização sobre tais métodos.

Os alunos também aprenderam a lidar com explicações aliando os conceitos de resseguro e sua traduação na conta de perdas e ganhos, dando apoio explicativo de resseguro para a tomada correta de decisões finais.

O conteúdo abrangeu desde a renovação com base na estratégia da empresa, a simulação das estruturas com um AS IF da conta de P&G, incluindo um trabalho conjunto com a área Financeira e Atuarial da companhia, até a comunicação de resultados a um CFO, CEO ou CUO e seus pontos de vista.

Dando um maior dinamismo ao conteúdo, participaram do curso com apresentações importantes executivos, como Antonio Jorge Rodrigues, diretor executivo da Aon Benfield Brasil, Maria Cristina Betencourt, diretora Técnica da Seguradora Excelsior, e o consultor Carlos Colucci, da CAC Colucci Consultoria.

Segundo a gerente de Parcerias Internacionais da Escola, a adesão foi excelente e já está sendo planejado um segundo curso para início de 2018, também sob coordenação técnica da Profª. Maria Larrea, que abordará tópicos de subscrição e precificação em resseguro.

D&O em debate

No dia 30 de novembro, outro ramo em evidência na indústria de seguros foi tema de evento realizado pela Escola em sua Matriz, no Centro do Rio de Janeiro (RJ): o Seguro D&O (Directors & Officers).

Pablo Rentería (diretor da CVM) e Gustavo Galrão (superintendente de Financial Lines & Liability da Argo Seguros) foram os palestrantes do seminário “Seguros D&O: A Circular Susep 553 e o novo processo administrativo sancionador na CVM”, prestigiado por cerca de 50 pessoas.

Os executivos analisaram com profundidade as principais mudanças impostas ao Seguro D&O pela Circular 553 da Susep, discutindo os pressupostos à responsabilidade de diretores e conselheiros de sociedades sob a ótica da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Os debates foram mediados pelo advogado do escritório Chalfin, Goldberg, Vainboim & Fichtner, Ilan Goldberg. Já estão sendo programados pela Escola novos eventos para aprofundar o tema em 2018, no Rio e em São Paulo.